Desali

Desali, 1983 | Contagem, MG
desali.com

Formado em Artes Plásticas pela Escola Guignard (UEMG), Desali foi indicado ao prêmio PIPA em 2017, 2018 e 2019, e possui obras adquiridas pelo Centro Cultural São Paulo (CCSP), dentro da coleção “Arte da Cidade”. Criador do coletivo Piolho Nababo, transita por múltiplas linguagens, promovendo contatos entre as periferias e o universo da arte, questionando as instituições artísticas tradicionais e contaminando esses espaços com a energia da rua.

Carne Quebrada

O artista se dedica a uma ampla investigação histórica em torno do apagamento dos trabalhadores envolvidos na construção artificial da região da Pampulha, assim como do deslocamento de comunidades que viviam por lá antes do processo de “modernização” da área. Como dispositivo crítico para preencher lacunas e desvios identificados nas narrativas que compõem a história oficial da cidade, Desali apresenta um vídeo inédito gravado no museu, uma performance com o coletivo Piolho Nababo, além de uma série de intervenções visuais e textuais em periódicos dos anos 1930 e 1940.

 

 

 

 

 

 

 


Galeria de Arte Dandara

Em parceria com Aura da Luta, Desali inaugura uma Galeria Itinerante na ocupação Dandara, dando continuidade às experiências do projeto Galeria William Rosa, realizadas na ocupação William Rosa, em Contagem.